Propaganda aponta efeitos negativos do uso de smartphones

LABOSOFT

Quando falamos de smartphones é muito comum pensar em tecnologia em benefício da comunicação. Com diversas propagandas que exaltam inúmeras funcionalidades dos aparelhos, as marcas não medem esforços para mostrar os benefícios dos seus dispositivos, porém como toda boa história essa também possui uma outra ótica.

E isso é o que o centro de pesquisas psicológicas de Shenyang, da China,  quer mostrar quando divulgou uma campanha em que aponta as desvantagens do uso excessivo dos aparelhos eletrônicos.

LABOSOFT

Elaborada pela Ogilvy de Beijing, a peça publicitária conta com três imagens que apresentam cenas comuns em que um grande smartphone separa as pessoas como um muro, em crítica a como a tecnologia também pode afastar as pessoas.

De acordo com um estudo publicado pela GSM Intelligence, até o final de 2015 os smartphones serão responsáveis por dois terços das conexões móveis da China.

Quase 70 milhões acessam a internet pelo celular no Brasil

O total de brasileiros que utilizam a internet por meio de um smartphone chegou a 68,4 milhões entre janeiro e março, segundo pesquisa da Nielsen IBOPE. O número representa crescimento de cerca de 10 milhões sobre o trimestre anterior.

Entre os dois trimestres, o maior crescimento ocorreu entre as pessoas de menor renda. No quarto trimestre de 2014, as classes C, D e E, juntas, representavam 36%. No trimestre seguinte, passaram a representar 38%, ou um ganho de 2%. Ainda assim, a posse de smartphone conectado à internet continua bastante concentrada nas classes A e B, que somam 62% do total.

Nas faixas etárias a partir de 35 anos, o crescimento médio no trimestre foi de 20%, enquanto entre adolescentes ficou em 9%. E também foi a primeira vez que a pesquisa registrou uma maioria feminina entre os usuários de internet pelo smartphone, com participação de 51%

A região Sudeste é o maior mercado de smartphones conectados, com 47% do total. Mais da metade dos smartphones do Sudeste estão no estado de São Paulo, que tem 26% do total do Brasil. A segunda maior região é o Nordeste, com 23%.

O que eles consomem?

Os aplicativos ainda não são uma forma usual para ler notícias pelo smartphone. Em abril, 40% dos usuários de internet pelo smartphone disseram que consumiram notícias pelo aparelho. Desses, 68% disseram que abriram o navegador de internet do smartphone para se informar, 42% afirmaram ter lido notícias a partir de compartilhamentos em rede social e 30%, por compartilhamento em um aplicativo de comunicação de troca de mensagens.

20150528172340

Por que investir no Mobile Marketing

Multimedia sharing with Smartphone

São 5 bilhões de usuários no mundo e, no Brasil, mais de 300 milhões de celulares, sendo 30% smartphones, além de 5 milhões de tablets.
Esperava-se que em 2015 o uso da internet móvel ultrapassasse o uso da web por desktops e isso já ocorreu em 2013.
Mais 35% dos usuários de redes sociais acessam as mesmas via dispositivos móveis.
A maioria dos usuários de celulares mantém seus aparelhos ao alcance direto 24 horas por dia.
Já se vendem mais smartphones que computadores pessoais.
A maioria das pessoas passa mais tempo acessando seus dispositivos móveis que mídias impressas como jornais e revistas.
Tendência mais recente, cupons de desconto remetidos para celulares são 10 vezes mais utilizados que os remetidos por meios tradicionais.
86% dos celulares vendidos atualmente têm televisão.

Com esses dados, fica praticamente impossível considerar o mobile marketing como uma tendência. Está na hora de rever esse conceito. O mobile marketing é uma realidade para negócios locais e rapidamente está se tornando imprescindível para qualquer tipo de negócio.

Já pensou nisso?