Por que as redes sociais não substituem os sites?

Labosoft

Com a popularização das redes sociais como ferramenta de divulgação e de aproximação das empresas, é muito comum se deparar com marcas que optam por criar estratégias de marketing digital voltadas apenas para as redes sociais, sem pensar na criação de sites.

Apesar da praticidade essa porém é uma prática considerada errada, já que as redes sociais são ferramentas que tem como principal objetivo a divulgação e não devem ser usadas para substituir as funções de um site.
[Read more…]

Aplicativo que revela quem te deletou sai do ar

LABOSOFT
O criador da ferramenta Who Deleted Me, Anthony Kuske, confirmou na terceira semana de Julho a desativação de seu aplicativo, menos de um mês depois o seu lançamento para testes.

O app que tinha como principal função mostrar aos usuários do Facebook quem da sua lista de amigos havia lhe excluído ou deletado o perfil foi desativada por violar as políticas de privacidade da rede social.
[Read more…]

Brasileiros são primeiros no consumo de notícias pela internet

Labosoft

O Reuters Institute for the Study of Journalism realizou uma pesquisa mundial da qual analisou o comportamento dos internautas ao redor do mundo.

Intitulada Digital News Report, o estudo usou uma base de mais de 20 mil entrevistas em diferentes países e apontou que 70% dos brasileiros usam a internet como fonte de notícias. [Read more…]

Tudo que você precisa saber sobre a hashtag

LABOSOSFT

Amada por uns odiada por outros a Hashtag não é apenas uma maneira de destacar algumas palavras. Ela pode ser usada como ferramenta de interação em ações de marketing digital, como filtro para pesquisas e até na produção de relatórios, portanto é muito importante saber como usá-la.

Pensando nisso a equipe da LABOSOFT uniu em um único texto todas as informações sobre essa pequena ferramenta que pode fazer a diferença na hora de destacar seu negócio em ambiente digital. Confira! [Read more…]

Algoritmo de reconhecimento de rosto no Facebook deve evoluir

LABOSOFT

Se você faz parte da maior rede social da atualidade, o Facebook, já deve ter reparado na funcionalidade que reconhece os rostos dos seus amigos nas imagens postadas.

Essa ferramenta, presente na rede há um bom tempo, utiliza um algoritmo de reconhecimento facial muito avançado que deverá, em um futuro muito próximo, reconhecer as pessoas nas imagens até mesmo quando elas estiverem com os rostos tampados. [Read more…]

Android ganha Facebook Lite

Facebook Lite

O Facebook anunciou nessa terça-feira (09/06) uma nova versão de suas funcionalidades. Nomeada de Facebook Lite a aplicação só estará disponível para o sistema operacional Android.

Com o objetivo de levar uma melhor experiência da rede social para aqueles que tem acesso a uma internet limitada, a nova versão utiliza um número de dados bem menor em relação a convencional porém com as mesmas funcionalidades.

A versão já estava disponível na Ásia e foi aberta para download na América do Norte, Europa, América Latina e África.

Além de diminuir o gasto de dados o grande diferencial do aplicativo é que ele possui apenas 1 MB de tamanho e têm um processo de download e instalação muito ágil.

Saiba mais sobre os dados de acesso da internet pelo celular no Brasil, clicando aqui.

Brasileiros passam a acessar as redes com maior frequência aos fins de semana

14 Dec 2012, Hamburg, Germany --- Creative / Feature: Facebook iPhone mobile app icon. --- Image by © Hoch Zwei/Corbis

O Scup, ferramenta líder de monitoramento, gestão e análise de mídias sociais divulgou essa semana uma pesquisa a respeito do padrão de comportamento dos usuários brasileiros nas redes sociais.

Realizado no ano de 2014, o estudo apontou uma mudança no comportamento dos internautas, que deixaram de acessar as redes com maior frequência aos fins de semana. De acordo com a análise foram mais de 170 milhões de posts publicados nas três principais redes de interação do mundo virtual, Facebook, Twitter e Instagram sendo que os picos de interação acontecem em dias úteis.

De acordo com os representantes da ferramenta, o principal motivo para essa mudança de conduta em relação ao ano anterior, é a popularização de outras plataformas de acesso além da facilidade de navegação através do 3G e 4G.

A pesquisa mostrou que no Facebook, por exemplo, os melhores dias de acesso passaram a ser as terças e quartas com 16% a mais de menções. O horário de pico, porém, ainda continua sendo as quartas-feiras com aproximadamente 800 mil postagens das 11h às 12h.

Assim como a empresa de Mark Zuckerberg, o Twitter também apresentou uma diminuição de mensagens postadas durante os finais de semana. A pesquisa mostrou que o microblog têm maior movimento no período noturno às terças e quartas – Quando ocorrem os jogos de futebol.

Além dessa mudança de comportamento, o estudo também mostrou que os brasileiros estão postando mais. Só o Facebook obteve um aumento de 144% em postagens com relação ao ano anterior, já no Twitter o aumento foi de 59%.

Para os representantes do Scup, o resultado aponta o desafio das empresas em manter a atenção dos internautas, já que os feeds estão cada vez mais cheios de informações, além de direcioná-las a caminhos que se adaptem ao novo perfil dos usuários.

Fonte: Scup

Redes sociais ultrapassam sites como ferramenta de SAC

facebook

As redes sociais ultrapassaram o contato via site e se tornaram a terceira ferramenta mais utilizada por consumidores para resolver problemas com as empresas e prestadores de serviço. Segundo a pesquisa “Hábitos e Comportamentos dos Usuários de Redes Sociais no Brasil”, realizada pela E.life, o contato dos clientes via redes sociais alcançou 39,4%, enquanto pelo site atingiu 31,1%. No entanto, telefone ainda foi o canal mais utilizado pelos consumidores para entrar em contato com os serviços de atendimento das empresas, com 71,9%. Em segundo lugar, com 51,5%, apareceram os e-mails.

Os consumidores com idade entre 20 e 39 anos utilizaram foi o grupo que mais utilizou as páginas das empresas nas redes sociais (47,5%), seguido pelos jovens de até 19 anos (25,2%). O contato por telefone é maior entre as classes D e E. O uso de redes sociais como canal de atendimento é maior na classe C, com 47,1% dos consumidores utilizando o serviço, à frente das classes B (46,4%) e A (45,8%).

Depois da facilidade do contato, apontada por 24% dos entrevistados como principal razão para procura da empresa nas redes sociais, 20% declararam que a motivação foi não conseguir resolver por outros meios de serviço de atendimento ao cliente, como telefone, site e e-mail

A pesquisa foi realizada no período de setembro a dezembro de 2014, por meio de questionários online, e respondidos por 1.059 usuários, que podiam apontar a ordem de preferência dos canais de atendimento ao consumidor.

Compartilhe para ganhar: Facebook proíbe prática abusiva em promoções

Muitas marcas e empresas de todos os tipos aproveitam o Facebook para fazer promoções e divulgar seus produtos. Embora essa prática seja permitida pela rede social, ela possui várias regras de conduta que regem como estes concursos e promoções devem ser feitos. O site proíbe uma das práticas mais comuns: pedir que usuários compartilhem conteúdo no feed de notícias pessoal em troca de algo.
dislike
As regras para promoções estão listadas nos termos de uso de páginas e definem que todas elas devem ser feitas de forma lícita, seguindo as normas do país. Os posts devem conter as regras oficiais do sorteio, inclusive quaisquer termos ou requisitos, como restrições de idade ou local de residência.
Pode
A promoção precisa explicar o que pode acontecer com o usuário se ele participar do concurso e se é necessário preencher um cadastro. Todos os prêmios oferecidos também devem ser informados com antecedência. Outra exigência é deixar claro que o concurso não é endossado pela rede social.
Não pode
Já a promoção em si pode ser administrada pela página ou dentro de aplicativos, mas é proibido usar o feed de notícias ou conexões de amizade de pessoas para promovê-la. Isto significa que um usuário não pode ser obrigado a compartilhar conteúdo em seu próprio feed ou no de amigos para participar.
O Guideline de promoções (facebook.com/page_guidelines) diz:
“Linhas do tempo pessoais e conexões de amizade não devem ser usadas para administrar promoções (por exemplo, “compartilhe em sua Linha do tempo para entrar” ou “compartilhe na Linha do tempo de seu amigo para obter entradas adicionais” não é permitido)”, explica. Isso inclui posts, notícias e links de qualquer natureza.
Portanto, se uma promoção pedir “compartilhe para ganhar”, fique atento. Saiba como identificar falsas promoções no Facebook e denunciá-las. Duvide também do que a página ou site oferece em troca.
Via Facebook